terça-feira, 30 de maio de 2017

Artigo do Dia:
Mudança de Governo o que muda pro povo!
Por: Joilson Souza. Prof. Especialista em EJA- I-FAM

Mas parece um joguete político entre os ditos cacique da política amazonense.

Declaram guerra política e quem briga é o povo,eles continuam reunindo em seus gabinetes combinado alianças que fazem mal ao povo e bem aos seus bolsos.

Aqui no Amazonas a querra esta acirrada.
Eduardo Braga com sua sede de poder vem igual trator arrando  o terreno para que a colheita  seja farta, reuniões com prefeitos e lideranças políticas fazem parte de sua rotina nos últimos dias, é o favorito nas pesquisas de intenção de votos.

Marcelo Ramos político promissor,mas a sua ansiedade pelo poder político  no Amazonas pode causar frustração nas últimas horas,apesar de suas reuniões nos municípios  ele depende de ações  estratégicas do seu partido  e Alfredo Nascimento está em sinuca de bico pois, da sinal que pode apoiar o velho cacique e pai de todos.

Amazonino  um longo tempo nos bastidores da política ressurge como num leão faminto é o único entre os grandes que não vem parecendo  em maus  caminhos. Estratégico, experiência de quem já comandou duas vezes o amazonas e a prefeitura de Manaus e um senado reúne lideranças emblemáticas  que atualmente estão sem mandatos mas continuam com suas bases eleitorais vivas.

Davi Almeida menino de sorte que assumiu o governo depois da cassação do governador José  Melo, a sua estratégia é liberar dinheiro  e se projetar como o salvador da  pátria mas para ser candidato  terá  que renunciar o governo  e receber as bênçãos do seu cacique senador Omar Aziz o qual vem  namorando  o velho lobo.
As suas chances de ficar com o governo definitivo é a eleição indireta onde a assembleia escolhe entre eles mesmos.

Marcelo Serafim, José Ricardo, Luiz Castro  e outros usam este momento político como vitrine para as próximas eleições, estão certos política se faz todo dia.

Revendo o perfil de cada um candidato para o Amazonas  nada muda Para o povo ,todos são  compadres quem ganhar irá  comodar com cargos seus futuros aliados.
As eleições estão previstas para dia 06 de agosto.

Cabe a nós amazonês  rezar e limpar os ouvidos pois ouviremos muita ladainha.

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Artigo: O abacaxi aqui não é problema é solução
Por:Joilson Souza

Tudo começou com uma conversa entre Amigos o objetivo era  encontrar uma maneira de impulsionar o comercio local.
Entre o bate papo agradável  alguém pergunta se a localidade  possuía alguma festa tradicional em que o governo por esse ajudar, mas era  preciso organização criar uma entidade sem fins lucrativos que administrasse o evento.
Novo Remanso tem uma característica peculiar onde todos arreegacão as mangas e vão a luta.
ADEN (associação de Desenvolvimento Econômico de Novo Remanso) escolha Da diretoria e mais a obra. O evento a ser realizado O FESTIVAL DO ABACAXI de Novo Remanso s Engenho.
O trabalho foi recompensado pela maravilhosa festa,pela construção do nosso Centro de Eventos e aquecimento da economia local.
O IDAM foi um parceiro de todas as horas, os comerciantes moradores e autoridades estavam  orgulhosos em ver os agricultores e produtores commemorando a colheita do Abacaxi.
Outros eventos foram realizados outros governos eleitos e a falta de compromisso com o objetivo do projeto Original FESTIVAL DO ABACAXI causou o declínio do evento.
A quem fale que o evento nada contribuiu para o crescimento econômico da localidade, pobres coitados que só pensam  em dançar, pobre coitados que só pensam em seus benefícios próprios. Mal sabem eles que hoje Novo Remanso esta LIVRE para CRESCER e conhecido mundialmente como o maior produtor de abacaxi do Brasil devido o festival.
Este ano a ADEN retoma a diretrizes do evento e reorganiza a comissão do festival para aceleração da colheita deste ano.
Teremos vários  eventos culturais,esportivos,concurso da rainha do festival do Abacaxi bem como o Barracão culutal com exposição de obras literárias, apresentações de poetas e artesãos locais.
Está previsto para o mês de agosto 2017.
Então é esperar e ver acontecer o IX FESTIVAL DO ABACAXI  realizando  pela a ADEN.

domingo, 28 de maio de 2017

Artigo: Novo Remanso LIVRE para CRESCER.
Por: Joilson Souza. Professor Especialista em Educação- IFaM

Nasceu as margens do Amazonas, nasceu para o progresso a essência de pau rosa, a doçura dos canaviais a fibra da Madeira de lei te fez grandiosa.
Enfrentou turbulências,abandono mas a cada período uma ação do Espírito Fênix.
Remanso um polo de fé onde encontra-se até hoje histórias de lutas em prol do progresso, homens e mulheres que nos deram e ainda nos dão orgulho em citar seus nomes em poesias crônicas :João  Lima homem de fé,  Noêmia  Lima mãos abençoadas em cuidar dos enfermos, mãe  Rosenda mulher Santa parteira abençoada, Zeca Bessa  homem com o dom de cuidar, medicar e orar, Juarez Leal homem de fibra observador e conhecedor de nossa história por ele contada e vivida, Alcimar Mendonça  vereador que teve na mão a chance de nos fazer melhor mas na sua experiência  política   reservou este momento  para a nova geração ,Ivanilda e Mendonça  casal que construiu parte de nossa história na igreja nos campos de futebol e na vida social da comunidade menino Jesus.
Muitos poderiam ser citados nessa relação de heróis mas sei que neles todos estão  bem representados.
Hoje o povo clama pela emancipação,  A localidade está estrutura nos requisitos da lei para tornar-se município.
Remanso já provou a sua  independência  no setor primário
O que  falta é apoio político para Novo Remanso Ser  LIVRE para CRESCER

sábado, 27 de maio de 2017

Crônica: Vida do Amazonês

Crônica vida de amazonês
 Joilson Souza

O amazonês é caboclo simples, mora as margens do rio nas terras de várzeas  ou terras firmes. A sua moradia é  simples construída de madeira . Vive do que planta e colhe, a renda familiar varia de acordo com a enchente e a vazante do rio.
O seu meio de transporte e o rabeta  canoa motorizada que facilita a vida na lida de levar seus produtos  a cidade e assim comercializar o que  colheu.
A vida social é um jogo de futebol nos campinhos da comunidade um partida de dominó  na casa  do compadre ou no boteco do seu Zé.
A família sempre numerosa seu luxo a camisa  a bermudas,  o vestido e um Baton discreto.
A cada remada um sonho, em cada sonho um recomeço.
A felicidade do amazonês  está na tranquilidade do interior,  na beleza do igarapé  na fartura dos Lagos e na fartura da varzea .

Assim segue o amazonês

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Crónica: política do meu BRASIL que precisa ser redescoberto



A cada dia um escândalo e os mesmos personagens. A formação política do Brasil  e Cultural e vergonhosa como exemplo para as novas gerações.
Como Professor já me vejo como testemunha viva da pior crise política do Brasil,  assim como fui do movimento  CARAS PINTADAS como fui da DIRETAS JÁ  do Fora DILMA ... e agora FORA TEMER .Precisamos reinventar o grito do Ipiranga o grito do Brasil livre dos nossos representantes políticos. Não sabemos em quem votar em quem acreditar.

Ligamos a TV escândalo das empreiteiras e multinacionais. As redes sociais mas escândalo deboches   o que fazer?
Aqui no Amazonas não é diferente os MAUS CAMINHOS  desfez o governo e o interino usa do poder para crescer na opinião pública para num  futuro bem próximo talvez  colha frutos .
Outros correm apressados em busca de alianças para chegarem ao poder....os mesmos que os noticiários fazem manchetes  ...
A moeda política se chama propina eu te ajudo financeiramente na sua campanha e durante o mandato  desfruto  dos lucros das obras e maracutaias do seu governo.
No Amazonas  eleição direta no Brasil eleição indireta...
O Brasil só tem um jeito ser redescoberto.

domingo, 7 de maio de 2017

Aspectos Históricos da formação de Novo Remanso.




A ocupação histórica da área parece ter início com a instalação de uma fábrica para exploração de corantes e essências extraídas de espécies vegetais comuns na região, como o pau Brasil. Esse empreendimento chamava-se Usina Brasil, e os vestígios de sua localização e maquinários ainda podem ser encontrados na região.
Em 1963 a Usina foi vendida e o novo proprietário tentou unir à exploração das madeiras, uma extensiva plantação de cana de açúcar, sem lograr sucesso. No início da década de 1970 as atividades da Usina Brasil foram interrompidas.
Por volta de 1976 o empreendimento foi assumido por um grupo de empresários portugueses, que as estas alturas criaram a Cia Agrícola Industrial da Amazônia, conhecida como Ciazônia. A Ciazônia, que atraiu um grande número de pessoas para o local, tendo diversas famílias instaladas na região, acabou por dar nome ao lugar e tinha como objetivo a extração e beneficiamento de madeira. O sucesso do empreendimento não perdurou a longo e jáno início dos anos de 1980 a empresa pediu concordata e suas terras e bens foram penhorados pelo Banco do Brasil, até hoje o principal dono das áreas onde a vila foi instalada.
O nome Novo Remanso parece ter surgido entre os anos de 1976 e 1980, por conta de uma particularidade geográfica do local onde está assentada a vila, mesmo se até hoje muitos conhecem a comunidade como “Menino Jesus” e os mais velhos se referem a ela como Ciazônia.

Até 1986 o único meio de locomoção na região era através do transporte fluvial. A ideia era cortar a imensa floresta até chegar na Rodovia Am-010 que liga a capital do Estado, Manaus, ao município de Itacoatiara. Assim, em 2001 iniciaram-se as obras de uma trilha de 42 km mata a dentro, dando acesso à rodovia Am-010 e daí para outras rodovias. Em 2002 o ramal de acesso à região de Novo Remanso foi entregue às comunidades (Novo Remanso/Engenho/Ramal das Pedras/Fortaleza/Correnteza e arredores). Com a estrada asfaltada, ocorreu um rápido crescimento populacional tanto na zona urbana como na rural facilitando o escoamento da produção.
aguarde outros dados a serem postados.
abraço fraterno do professor Joilson Souza

Postagem em destaque

Câmara aprova projeto sobre renegociação das dívidas dos estados e do DF

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira (10), o Projeto de Lei Complementar 257/16, que trata da renegociação das dívidas do...